Escola: espaço de aprender a viver e a conviver

Por:Julio Machado
Escola

17

Nov 2009

ESCOLA: ESPAÇO DE APRENDER A VIVER E A CONVIVER –

Palestra para pais e educadores

Sabemos que a melhor maneira de construir o sentido de engajamento e compromisso consiste em transferir o processo de criação àqueles que estarão encarregados de sua implementação. Nunca somos bem sucedidos se simplesmente apresentamos aos jovens um plano em forma acabada. Não funciona simplesmente pedir a eles que se engajem na ação, se eles não estiverem envolvidos no processo de criação do plano.

Esse é o grande desafio para a construção de uma escola mais aberta e integrada com a vida; em contraposição à maioria que ainda está mais preocupada com que seus alunos aprendam conteúdo para fazer provas do que com a postura que devem ter para se relacionar com o conhecimento. Até o quinto ano do ensino fundamental, a escola deveria ensinar o que é ser aluno, o que é ter colegas, o que é agir coletivamente, como se concentrar e se organizar, quais as posturas físicas e mentais para se relacionar com o conhecimento. Na educação para a vida comunitária e democrática, deveríamos colocar a criança em contato com a diversidade e o serviço voluntário, a fim de se promover o desenvolvimento dos talentos de cada pessoa. Desta forma, a escola contribuiria significativamente no sentido de fazer a passagem da vida privada (familiar) para a vida pública. Este é o sentido mais pleno da construção de uma consciência cidadã e não do individualismo exacerbado que presenciamos nos dias de hoje.

A consequência mais palpável dessa cultura individualista, que acabamos por corroborar nas escolas, é a construção de uma mentalidade consumista. O ideal de consumo hoje é maior do que qualquer coisa, provocando angústia e tédio. O lado perverso do consumo é aquele que faz com que a pessoa queira consumir e não necessariamente desfrutar daquilo que conquistou. Ela quer, quer e, depois que consome, não sabe o que fazer com aquilo.

Mas, apesar do quadro sombrio, a saída esta bem perto de nós. Como diz a canção:

“Coração de estudante
Há que se cuidar da vida
Há que se cuidar do mundo
Tomar conta da amizade
Alegria e muito sonho
Espalhados no caminho
Verde, plantas e sentimento
Folhas, coração, juventude e fé.”

DURAÇÃO: aproximadamente 90 minutos.

 

Compartilhe:

Rua João Chagas 383 / 1203 - Bairro União - Belo Horizonte - MG CEP 31170-370

(31) 3486-9883

luxor@juliomachado.com.br