Podcast 20 – O PRINCÍPIO 10-90

Por:Julio Machado
Podcast

30

ago 2016

 

Stephen Covey, famoso consultor de empresas e escritor americano, estabeleceu uma tese para explicar as nossas questões comportamentais, que ele chamou de princípio 10/90. Que princípio é este? Ele explica que só 10% das questões da vida estão relacionados com o que se passa conosco; os outros 90% da nossa vida, estão relacionados com a forma como reagimos ao que acontece conosco.

O que isto quer dizer? Realmente, nós não temos controle sobre 10% do que nos sucede. Não podemos evitar que o semáforo quebre, que o nosso time de futebol seja derrotado ou que a bolsa de valores despenque. Mas nós é quem determinaremos os outros 90%. Como? Com a nossa reação.

Exemplo: O João está tomando o café da manhã com a sua família. Sua filha, ao pegar a xícara, deixa o café cair na sua camisa branca de trabalho. Ele não tem controle sobre isto. Estes são os tais 10%. Agora, o que acontecerá em seguida será determinado pela sua reação.

Então, João se irrita. Repreende severamente sua filha e ela começa a chorar. Ele censura também a sua esposa por ter deixado a xícara muito na beira da mesa. E tem prosseguimento uma batalha verbal. Contrariado e resmungando, ele vai trocar a camisa. Quando volta, encontra sua filha chorando mais ainda e, por distração, ela acaba perdendo o ônibus para a escola. Sua esposa vai para o trabalho, também contrariada. Agora, ele vai ter de levar a filha, de carro, para a escola. Como está atrasado, dirige em alta velocidade e é multado. Depois de 15 min. de atraso, uma discussão com o guarda de trânsito e uma multa, eles chegam à escola, onde a filha entra sem se despedir. Ao chegar atrasado ao escritório, ele percebe que esqueceu a maleta em casa. O dia começou mal e parece que ficará pior. Ele fica ansioso pro dia acabar e quando chega em casa, sua esposa e sua filha estão de cara fechada, em silêncio e frias com ele.

Pense: Por quê o dia do João foi péssimo?
por causa do café?
por causa da sua filha?
por causa da sua esposa?
por causa da multa de trânsito?
– Não, por causa dele.

Ele não teve controle sobre o que aconteceu com o café, mas o modo como reagiu naqueles 5 minutos foi o que deixou seu dia ruim.

Vamos imaginar agora como o João poderia se comportar de um modo PRO-ATIVO diante do mesmo fato. O café cai na sua camisa. Sua filha fica assustada e sem graça. Então  ele lamenta, mas diz a ela, gentilmente: “Tudo bem, querida; não se preocupe. Isso pode acontecer com qualquer pessoa. Eu mesmo já derramei café algumas vezes”. Depois de pegar outra camisa e a pasta executiva, ele volta, olha pela janela e vê sua filha pegando o ônibus. Dá um sorriso e ela retribui, acenando com a mão. Sua esposa admirada com o seu compreensivo e amoroso comportamento, lhe dá um beijo demorado e insinua que já está até com saudades mesmo antes dele sair.

Notou a diferença? Duas situações iguais, que terminam muito diferentes. Por quê? Porque os outros 90% são determinados por nossa reação. Mas isso não é fácil, muitos diriam! Ninguém também é de ferro, outros justificariam. A questão aqui não é se é fácil ou difícil. Nem mesmo que uma conduta seja mais certa do que a outra. A questão é: que atitude levará ao melhor resultado.

Como reagir a alguém que te atrapalha no trânsito? Você fica transtornado? Golpeia o volante? Xinga? Sua pressão sobe? O que acontece se você perder o emprego? Por quê perder o sono e ficar tão chateado? Isto não funcionará. Use a energia da preocupação para procurar outro trabalho. Se alguém diz algo negativo sobre você, não leve tão a sério, não deixe que os comentários negativos te afetem. Reaja apropriadamente e seu dia ficará redondo.

Agora que você conhece o Princípio 10/90, utilize-o. Você ficará surpreso com os resultados! Milhares de pessoas estão sofrendo agora de um stress que não vale a pena; isto por ignorar que o seu estado de humor e a sua felicidade dependem mais delas do que dos fatos externos.

 

Compartilhe:

Rua João Chagas 383 / 1203 - Bairro União - Belo Horizonte - MG CEP 31170-370

(31)98744.0793

julio@juliomachado.com.br

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.